IMM-Ana Marina

Definição de Hardware

Em tecnologia da informação, hardware é o aspecto físico dos computadores, telecomunicações e outros dispositivos. The term arose as a way to distinguish the "box" and the electronic circuitry and components of a computer from the program you put in it to make it do things. O termo surgiu como uma forma de distinguir a "caixa" e os circuitos electrónicos e componentes de um computador a partir do programa que você coloca nele para ele fazer as coisas. O programa passou a ser conhecido como o software .

hardware.jpg

Definição de Software

Software de computador (ou simplesmente software) refere-se a um ou mais programas de computador e dados realizada no armazenamento de um computador para algum propósito. Programa de software executa a função do programa que implementa, quer directamente fornecendo instruções para o hardware do computador ou por serviço como entrada para outro pedaço de software. software de dados existe apenas para sua eventual utilização por outro programa de software.

software-testing-1.jpg

Definição de Modelo de Van Neumann

É o modelo de design da maioria dos computadores actuais.
Consiste num CPU, memória e periféricos de I/O. sendo que a memória contem programas (instruções)
assim como dados. Ambos são representados como valores numéricos (bits). Cada instrução tem o
respectivo opcode em binário.
Este tipo de organização da memória é denominado de stored-programa.

vonnewumman_3.png

Definição de Motherboard

Placa-mãe, também denominada mainboard ou motherboard, é uma placa de circuito impresso electrónico/electrónico. É considerado o elemento mais importante de um computador, pois tem como função permitir que o processador se comunique com todos os periféricos instalados. Na placa-mãe encontramos não só o processador, mas também a memória RAM, os circuitos de apoio, as placas controladoras, os conectores do barramento PCI e os chipset, que são os principais circuitos integrados da placa-mãe e são responsáveis pelas comunicações entre o processador e os demais componentes.

Placa-M%C3%A3e+Gigabyte+GA-VM800PMCWORLDYMASTER.jpg

Modelos:

TX

Este é o padrão de redes Ethernet de 100 megabits mais popular.
A topologia da rede é igual à do padrão 10Base-T, com um hub central e cabos de par trançado. A grande vantagem é a maior velocidade de transmissão, que faz uma grande diferença ao transferir grandes arquivos. As placas 100Base-TX também são capazes de operar a 10 megabits, caso sejam conectadas a um hub antigo, por isso também são chamadas de placas 10/100.

VX

A Microsoft LifeCam VX-3000 fornece-lhe mensagens instantâneas com amigos e familiares para um novo nível da visão e da (boa placa de som ), oferecendo excelente vídeo e áudio de cristal-claro, com cancelamento de ruído acústico. Além disso, você tem recursos avançados, como o software de rastreamento automático de rosto e ajuste de baixa luminosidade, de modo que você sente como se estivesse lá.

FX

Apesar da introdução das novas técnicas de fabricação, tanto o Athlon 64, quanto o Sempron não foram capazes de atingir frequências muito mais elevadas que os pioneiros de 0.13 micron, baseados nos cores ClawHammer e Paris. O mesmo pode se dizer dos processadores Intel, que não avançaram muito em termos de frequência de operação desde o Northwood, também fabricado em uma técnica de 0.13 micron. Mesmo o core Prescott, que utilizava mais estágios de pipeline e tempos de latência maiores para o cache L2, com o objectivo de atingir frequências de operação mais altas (em troca de uma redução no desempenho por ciclo), não foi capaz de superar os 3.8 GHz.

AT

ATX

O ATX é um padrão para gabinetes, fontes e placas-mãe, que marca o início da era actual. O ATX foi desenvolvido pela Intel e introduzido juntamente com os primeiros micros Pentium II. O formato ATX trouxe um conjunto de modificações importantes. A mais visível delas é o painel traseiro, que concentra os conectores do teclado, mouse, porta serial, portas USB e também os conectores do vídeo, som e rede onboard.

BTX

BTX, como já devem ter ouvido falar, é o novo padrão de construção de PCs que procura resolver um dos problemas mais graves do padrão ATX – a dispersão de calor. A solução consiste em reposicionar os componentes internos do computador de modo que sejam expostos a um único fluxo de ar fresco. Esse ar é gerado na parte frontal do gabinete e dissipado pela parte de trás depois de absorver o calor do sistema. No Brasil, o padrão BTX, lançado em meados de 2003, está presente em alguns computadores como o ThinkCentre M51, da Lenovo, e alguns desktops da HP, como o dc5100 e o dc7100, e estações de trabalho como a Precision 380, da Dell.

LTX

ITX

Este é um novo padrão de placas mãe, desenvolvido pela VIA, que é cerca de 40% menor que as placas Mini-ATX e tem menos da metade da área das placas full ATX. Este é um padrão aberto, que pode ser utilizado por outros fabricantes sem o pagamento de royalties. O objetivo da Via é convencer o fabricantes a produzirem este tipo de placa mãe para poder vender seus processadores C3.

O que é processador?

O processador é um circuito integrado controle das funções de cálculos e tomadas de decisões de um computador, por isso é considerado o cérebro do mesmo. Ele faz parte de um importante elemento do computador, a Unidade Central de Processamento (em inglês CPU: Central Processing Unit). Hoje todos os circuitos e chips dispostos em diversas placas que compunham a Unidade Central de Processamento estão integrados no microprocessador.
Os processadores trabalham apenas com linguagem de máquina (lógica booleana). E realizam as seguintes tarefas: – Busca e execução de instruções existentes na memória. Os programas e os dados que ficam gravados no disco (disco rígido ou disquetes), são transferidos para a memória. Uma vez estando na memória, o processador pode executar os programas e processar os dados; – Controle de todos os chips do computador.

processor.jpg

O que é Um Cooler?

Desde o tamanho, até a qualidade dos programas é uma prova de que os computadores evoluem na velocidade da luz. Com tanta tecnologia de processamento, é inevitável que os componentes do PC trabalhem cada vez mais rápido. Esta crescente rapidez faz com que a máquina trabalhe mais e, consequentemente, produza mais calor.
Para que o calor excessivo produzido no interior do computador não queime ou prejudique o funcionamento dos seus componentes, é necessário haver o resfriamento dos mesmos.

cooler-master_hyper-tx2.jpg

Para serve o Cooler?

Portanto, o cooler serve para eliminar o calor gerado pelo trabalho dos componentes do computador e deixá-los mais “confortáveis” para render mais, ou funcionarem melhor.

Que tipos de Cooler há?

Assim como os componentes dos computadores evoluem, a evolução dos coolers é necessária para acompanhar o aumento da temperatura interna das máquinas. Há basicamente três tipos de coolers, um para cada necessidade.

  • Air-Cooler
  • Water Cooler
  • Cooler Heatpipe

Air-Cooler:

O Air-Cooler é o tipo de cooler mais comum e, de longe, o mais utilizado, pois é o mais barato. Ele auxilia as trocas de calor através de uma ventoinha e um pedaço de alumínio ou cobre localizado sobre o processador. Estes dois componentes, ventoinha e metal, auxiliam na dissipação do calor, ou seja, o alumínio “absorve” o calor do interior da máquina e a ventoinha refrigera o metal, desta forma o calor interno é jogado para fora.

Water Cooler:

O Water Cooler funciona da mesma forma que um radiador de automóvel e também pode contar com aditivos para aumentar a eficiência. Estes aditivos, chamados de Coolant, são na sua maioria à base de etileno glicol e água desionizada (água sem iões).

Cooler Heatpipe:

O Cooler Heatpipe trabalha com a mesma lógica, ou seja, utiliza um fluído refrigerante para resfriar seu PC.
Desta maneira, o fluído entra em ebulição, onde temperatura do computador é maior, e evapora. Então o fluído é refrigerado, condensa e volta para a extremidade que fica próxima ao processador, aquece e inicia um novo ciclo.

O que é um chipset?

O chipset é um dos principais componentes lógicos de uma placa-mãe, dividindo-se entre "ponte norte" (northbridge, controlador de memória, alta velocidade) e "ponte sul" (southbridge, controlador de periféricos, baixa velocidade). A ponte norte faz a comunicação do processador com as memórias, e em alguns casos com os barramentos de alta velocidade AGP e PCI Express. Já a ponte sul, abriga os controladores de HDs (ATA/IDE e SATA), portas USB, paralela, PS/2, serial, os barramentos PCI e ISA, que já não é usado mais em placas-mãe modernas.

As funções de Chipset a nível de hardware, como:

  • Controle do barramento PCI;
  • Controle do barramento AGP;
  • Controle do barramento ISA (pc's mais antigos);
  • Controle e acesso a memória, incluindo a cache L2;
  • Controle dos sinais de interrupção IRQ, e DMA;
  • Timer;
  • Controle da Interface IDE;
  • Controle da Interface USB.

O que é que a Northbridge controla?

O northbridge geralmente lida com a comunicação entre a UCP, memória RAM, AGP ou PCI Express e o southbridge.[1][2] Alguns northbridges também contém controladores de vídeo integrados, os quais também são conhecidos como Graphics and Memory Controller Hub (GMCH) em sistemas Intel. Visto que processadores e RAM diferentes exigem sinalizações diferentes, um northbridge tipicamente funcionará com somente uma ou duas classes de UCPs e geralmente com apenas um tipo de RAM. Existem uns poucos chipsets que suportam dois tipos de RAM.

O que é que a Southbridge controla?

É o Chip responsável pela comunicação com as placas PCI e periféricos. Também faz a comunicação com portas USB, paralela e serial e, no caso de placas-mãe com periféricos embutidos (on board), com chips de áudio, e rede e de espelhamento de discos rígidos (Raid).

chip02.jpg

Memoria RAM

Memória RAM é um sistema de armazenamento de dados. RAM significa Random Access Memory, Memória de Acesso Aleatório, em inglês, e esta nomenclatura se deve ao fato de que o sistema acessa dados armazenados de maneira não sequencial, ao contrário de outros tipos de memória. A memória RAM é volátil, ou seja, não grava de modo permanente os dados nela contidos. Quando a alimentação do sistema é cortada, tudo que foi guardado é perdido.
O sistema é bastante útil para o processamento de dados, pois disponibiliza espaço para informações cruciais, que podem ser acessadas de maneira quase imediata, ao contrário de outras formas de armazenamento, como discos rígidos, CD’s ou DVD’s. O sistema operacional, assim como aplicativo e dados em uso são armazenados na memória RAM, permitindo que o processador trabalhe estas informações rapidamente.
ram.jpg

Características:

As memórias RAM (Random-Access Memory - Memória de Acesso Aleatório) constituem uma das partes mais importantes dos computadores, pois são nelas que o processador armazena os dados com os quais está lidando. Esse tipo de memória tem um processo de gravação de dados extremamente rápido, se comparado aos vários tipos de memória ROM. No entanto, as informações gravadas se perdem quando não há mais energia eléctrica, isto é, quando o computador é desligado, sendo, portanto, um tipo de memória volátil.

Tipos de RAM:

  • DRAM (Dynamic RAM)
  • VRAM (Vídeo RAM)
  • SRAM (Static RAM)
  • FPM (Fast Page Mode)

Memoria ROM

Para que serve:
A memória ROM (Read-Only Memory) é um tipo de memória que permite apenas a leitura, ou seja, as suas informações são gravadas pelo fabricante uma única vez e após isso não podem ser alteradas ou apagadas, somente acessadas. São memórias cujo conteúdo é gravado permanentemente.

ram.jpg

Características:

As memórias ROM (Read-Only Memory - Memória Somente de Leitura) recebem esse nome porque os dados são gravados nelas apenas uma vez. Depois disso, essas informações não podem ser apagadas ou alteradas, apenas lidas pelo computador, excepto por meio de procedimentos especiais. Outra característica das memórias ROM é que elas são do tipo não voláteis, isto é, os dados gravados não são perdidos na ausência de energia eléctrica ao dispositivo. A Memória ROM é um tipo de memória computacional não-volátil.

Que tipos existem:

  • ROM
  • PROM
  • EPROM
  • EEPROM

Discos Rígidos

Em qualquer sistema de computador o disco rígido é considerado como o dispositivo de memória secundária que é usada para o armazenamento de dados primários. A memória principal é, obviamente, a memória RAM. Mas como a memória RAM é a memória primária não podem ser utilizados para os fins do armazenamento de dados permanentes. Daí a um dispositivo de memória secundária, disco rígido é necessariamente necessário para o efeito do armazenamento de dados em qualquer sistema de computador. Para além dos discos rígidos, outras unidades de armazenamento, como fitas também podem ser usado como dispositivo de armazenamento secundário. Mas o disco rígido é o dispositivo mais usado popularmente de memória secundário. A principal atenção ao se comprar um disco rígido é a velocidade de acesso e da confortabilidade dos dados que ele pode oferecer. No caso das unidades de fita a velocidade de acesso é muito baixa e a transferência de dados é relativamente mais baixa do que a que um disco rígido pode atingir.

disco_seagate_samsung_filmes_series.jpg

Drives

Tipos de drives:

•CD-RW: CD que pode ser gravado e regravado (requer um drive próprio para isso). Os aparelhos de CD-RW conseguem gravar mídias no formato CD-R e executam normalmente CDs de áudio e dados.
•CD-R: CD que pode ser gravado uma única
vez (requer um drive próprio para isso);
•CD-ROM: discos de dados com capacidade
para 650/700 MB de dados;

Disco Rígido

Disco rígido ou disco duro, no Brasil popularmente chamado também de HD (derivação de HDD do inglês hard disk drive) ou winchester (termo em desuso), "memória de massa" ou ainda de "memória secundária" é a parte do computador onde são armazenados os dados. O disco rígido é uma memória não-volátil, ou seja, as informações não são perdidas quando o computador é desligado, sendo considerado o principal meio de armazenamento de dados em massa. Por ser uma memória não-volátil, é um sistema necessário para se ter um meio de executar novamente programas e carregar arquivos contendo os dados inseridos anteriormente quando ligamos o computador.

IDE/ATA

hdwd1200beve.jpg

SATA

hd.jpg

SSD

samsungflashssd256gb.jpg

Bus ou Barramento

Em ciência da computação barramento é um conjunto de linhas de comunicação que permitem a interligação entre dispositivos, como a CPU, a memória e outros periféricos.
Esses fios estão divididos em três conjuntos:

  • via de dados: onde trafegam os dados;
  • via de endereços: onde trafegam os endereços;
  • via de controle: sinais de controle que sincronizam as duas anteriores.

O desempenho do barramento é medido pela sua largura de banda (quantidade de bits que podem ser transmitidos ao mesmo tempo), geralmente potências de 2.

1. O Barramento de Dados (Data Bus) transmite dados entre as unidades. Portanto, um microprocessador de 8 bits requer um barramento de dados de 8 linhas para transmitir dados de 8 bits em paralelo. Semelhantemente, um microprocessador de 64 bits necessita de um barramento de dados de 64 linhas para transmitir dados de 64 bits em paralelo. Se o barramento de dados para um microprocessador de 64 bits fosse formado por 8 linhas, seriam necessárias oito transmissões sucessivas, tornando mais lento o sistema. O Barramento de Dados é bi-direcional, isto é, pode transmitir em ambas as direcções.

2. O Barramento de Endereço (Address Bus) é usado para selecionar a origem ou destino de sinais transmitidos num dos outros barramentos ou numa de suas linhas. Ele conduz endereços. Uma função típica do Barramento de Endereço é selecionar um registrador num dos dispositivos do sistema que é usado como a fonte ou o destino do dado. O Barramento de Endereço do nosso computador padrão tem 16 linhas e pode endereçar 216 (64 K) dispositivos (1K= 1024, ou 210 , no jargão de computação).

3. O Barramento de Controle (Control Bus) sincroniza as atividades do sistema. Ele conduz o status e a informação de controle de/para o Microprocessador. Para um Barramento de Controle ser formado, ao menos 10 (geralmente são mais) linhas de controle são necessárias.

Avarias nos PC´s e Bips

Erros BIOS AMI

  • Um curto sinal sonoro – tudo está OK. Se nada for exibido no monitor, em seguida, verificar a placa-mãe e placa de vídeo em primeiro lugar. Se tudo está conectado, então isso significa que há um erro de chip na placa-mãe. Você pode desconectar o computador a partir de uma fonte de energia para uma diminuta poucos e tente novamente.
  • 2,3 ou 4 bips curtos - o computador tem problemas de memória. Você pode tentar remover a memória RAM, limpar os cartões e, em seguida, reconectá-los.
  • 5 bips curtos – a sua mãe tem problemas. Pode ser necessário substituí-lo.
  • 6 bips curtos - o chip na placa-mãe que manipula o teclado não está funcionando. Tente um novo teclado. Se isso não funcionar, então você pode precisar de substituir o chip. Se for emendado à placa-mãe, então você pode precisar de substituí-lo.
  • 7 bips curtos – o seu processador está tendo um problema. Alterá-lo ou substituir a placa-mãe.
  • 8 bips curtos - placa de vídeo não está funcionando.
  • 9 bips curtos – a sua BIOS não está funcionando. Redefinir ou substituir o BIOS.
  • 10 bips curtos – o computador tem um problema com o CMOS, e todos os chips que têm uma relação com o CMOS terá de ser substituído. Você pode comprar uma nova placa-mãe.
  • 11 bips curtos – o chip de memória cache da placa-mãe não está funcionando.
  • 1 bip longo e 3 de curto – este é um problema de memória.
  • 1 bip longo e 8 os curtos – Erro da placa de vídeo. Tente repor.

Erros Bios Phoenix

1-1-3
CMOS write/read
1-1-4
ROM BIOS checksum
1-2-1
Timer do Sistema
1-2-2
inicialização do DMA
1-2-3
registro da página de DMA (write/read)
1-3-1
verificação da atualização da memória RAM
1-3-3
chip dos 64K RAM iniciais ou linha de dados
1-3-4
lógica odd/even dos 64K RAM iniciais
1-4-1
endereço de linha dos 64K RAM iniciais
1-4-2
falha de paridade nos 64K RAM iniciais
2-1-1
Bit 0, 64K RAM iniciais
2-1-2
Bit 1, 64K RAM iniciais
2-1-3
Bit 2, 64K RAM iniciais
2-1-4
Bit 3, 64K RAM iniciais
2-2-1
Bit 4, 64K RAM iniciais
2-2-2
Bit 5, 64K RAM iniciais
2-2-3
Bit 6, 64K RAM iniciais
2-2-4
Bit 7, 64K RAM iniciais
2-3-1
Bit 8, 64K RAM iniciais
2-3-2
Bit 9, 64K RAM iniciais
2-3-3
Bit 10, 64K RAM iniciais
2-3-4
Bit 11, 64K RAM iniciais
2-4-1
Bit 12, 64K RAM iniciais
2-4-2
Bit 13, 64K RAM iniciais
2-4-3
Bit 14, 64K RAM iniciais
2-4-4
Bit 15, 64K RAM iniciais
3-1-1
registro de DMA Slave
3-1-2
registro de DMA Master
3-1-3
Registrador da interrupção Master
3-1-4
Registrador da interrupção Slave
3-2-4
controlador de teclado
3-3-4
inicialização do vídeo
3-4-1
retrace do vídeo
3-4-2
procura por ROM de vídeo em processamento
4-2-1
teste da interrupção do Timer
4-2-2
teste de Shutdown
4-2-3
falha na porta A20
4-2-4
interrupção inesperada em modo protegido
4-3-1
teste de RAM (endereço da falha >FFFFh)
4-3-3
Intervalo do timer canal 2
4-3-4
relógio do sistema
4-4-1
porta Serial
4-4-2
porta Paralela
4-4-3
teste do co-processador matemático
1-1-2
seleção da placa de sistema
1-1-3
Extender CMOS RAM

Erros Bios Award

  • Um bip curto
  • Um som único e curto de uma sentença baseada BIOS é realmente uma "clara todos os sistemas de notificação. Em outras palavras, este é um código de bipe que você quer ouvir e que você já deve ter ouvido cada vez que o computador vem desde o dia em que você comprou. Nenhuma solução de problemas for necessário!
  • Um bip longo, 2 bips curtos
  • Um bip longo seguido por dois bips curtos indicam que houve algum tipo de erro com a placa de vídeo . Substituindo a placa de vídeo é normalmente o máximo que você vai ter que fazer para corrigir este.
  • 1 bip longo, 3 bips curtos
  • Um bip longo seguido por três bips curtos significa que tanto a placa de vídeo não está instalado ou a memória na placa de vídeo é ruim. Recolocar ou substituir a placa de vídeo irá normalmente corrigir a causa do código de bipe Award.
  • Um bip agudo, um bipe de baixa Inclinado (Repetição)
  • A alta frequência de repetição / beep padrão campal baixa é uma indicação de algum tipo de CPU problema. O processador pode ser superaquecimento ou mau funcionamento de alguma outra forma.
  • Um bipe agudo (Repetição)
  • Uma única repetição, sinal sonoro agudo significa que o processador está superaquecendo. Você precisa descobrir por que a CPU está ficando muito quente antes de este código de bipe Prêmio vai embora.
  • Importante: Desligue o computador imediatamente, se você ouvir este código de bipe. Quanto mais tempo o processador está executando quente, maior a chance de você danificar permanentemente esta parte caro do seu sistema.
  • Outros Códigos de bipe
  • Qualquer código padrão sonoro outros você ouvir significa que tenha havido algum tipo de memória problema. Substituição da memória RAM é o máximo que você precisa fazer para corrigir esse problema.

Erros Bios Intel

Causa:
O cartão SAF-TE faixas que dispositivos estão em cada slot de um backplane hot-swap. Se as informações descobertas pela SAF-TE está fora de sincronia com as informações armazenadas em cache, um erro como este podem ocorrer.

Solução:
A solução é excluir e adicionar novamente as informações da SAF-TE manualmente. Os passos seguintes não são prejudiciais a qualquer arrays RAID existentes.

1. Digite o utilitário BIOS, pressionando StorCon <Ctrl-G> durante o POST e siga para o menu Avançado.
2. Selecione Configurar dispositivos físicos
3. Selecione ESG-SHV SCA HSBP (o dispositivo backplane hot-swap)
4. Selecione Caixa Slot Configuração. A representação gráfica de cada slot é representado.
5. Destaque cada slot em sucessão e pressione a tecla <Enter>. Isso remove as informações em cache SAF-TE.
6. Repita esse processo para examinar novamente as informações do disco rígido precisa.
7. StorCon Sair e reiniciar.

O Que São Dados?

Dados são observações documentadas ou resultados da medição. A disponibilidade
dos dados oferece oportunidades para a obtenção de informações.
Os dados podem ser obtidos pela percepção através dos sentidos (por exemplo
observação) ou pela execução de um processo de medição. A Figura abaixo ilustra as fontes
dos dados.

O que é informação ?

Informação é o resultado do processamento, manipulação e organização de dados, de tal forma que represente uma modificação (quantitativa ou qualitativa) no conhecimento do sistema (pessoa, animal ou máquina) que a recebe.
Informação enquanto conceito, carrega uma diversidade de significados, do uso cotidiano ao técnico. Genericamente, o conceito de informação está intimamente ligado às noções de restrição, comunicação, controle, dados, forma, instrução, conhecimento, significado, estímulo, padrão, percepção e representação de conhecimento.

Exemplo…

Dados: OIOCOMB
Processamento…
Informação: COMBOIO

Características da Informação:

Precisão: A informação não contém erros. Uma informação imprecisa normalmente é originada por dados imprecisos que alimentam o processo;

Completa: A informação contém todos os fatos importantes;

Confiável: A confiabilidade da informação depende do método de recolha dos dados (fonte dos dados). Quanto mais precisa essa fonte, mais confiável é a informação;

Relevante: Uma informação relevante é essencial na tomada de decisões;

Verificável: A informação pode ser conferida para assegurar que está correta;

Acessível: A informação deve ser facilmente acessível aos utilizadores autorizados, que podem obtê-la na forma correta e no tempo certo;

Segura: A informação deve ser segura para possibilitar o seu acesso apenas pelos utilizadores autorizados.

Software Aplicacional

Corresponde às aplicações que o utilizador pretende dar ao computador, e.g. processamento de texto, gestão de dados, entretenimento, etc..

software.gif

Software de sistema

Software de sistema é um termo genérico referente aos programas de computador usados para iniciar e executar redes e sistemas de computador. Software de sistema contrasta com Software aplicativo que é a designação geral de programas de computador para realizar tarefas do utilizador. Software aplicativo podem possuir propósito geral (processamento de textos, navegadores de rede …) ou específico (contabilidade, controle de carga, …) e ferramentas de programação, como compiladores e ligadores, utilizados para traduzir e combinar código-fonte e bibliotecas em programas executáveis (programas que vão pertencer a uma destas categorias).

Windows7-rtm-size-598.jpg?1275685579